Skip to content

Archive for outubro, 2011

31
out

Alceni Guerra fala sobre a posse do novo ministro do Esporte

Ministro Aldo Rebelo e a presidente Dilma Rousseff

Aldo Rebelo assumiu o Ministério na tarde de hoje

O novo ministro do Esporte Aldo Rebelo tomou posse na tarde de hoje, em cerimônia realizada no Salão Oeste, do Palácio do Planalto. O Secretário-chefe da Representação do Governo do Paraná em Brasília, Alceni Guerra, esteve presente na posse representando o governador Beto Richa e disse ser uma boa escolha o novo ministro.

Vim representar o governador Beto Richa na posse do ministro Aldo Rebelo, com muita satisfação.

Eu acho que a própria razão da política existir, são as diferenças de opiniões, políticas claro, muito profundas. Numa ditadura você não tem isso, você tem, geralmente, luta armada para chegar ao poder.

O Aldo Rebelo é uma pessoa ligada a um partido marxista e leninista, que merece o nosso respeito, tanto o partido quanto o próprio Aldo.

O partido PC do B tem história no Brasil e não são acusações recentes que podem denegrir todo um trabalho de representação popular que já fizeram. O Aldo é um deputado exemplar, foi um extraordinário presidente da Câmara dos Deputados, e é uma pessoa que merece o respeito e o carinho de 100% dos deputados e senadores, hoje em Brasília.

O governador do Paraná, Beto Richa, me pediu para transmitir algumas palavras ao Aldo, que concordo plenamente. Desejamos ao novo ministro uma feliz gestão, nesse momento crucial. Nós estamos organizando uma Copa do Mundo e uma Olimpíada, é preciso gente séria, competente, dedicada e com grande capacidade de articulação nesses cargos. E, eu tenho certeza de que a escolha do Aldo Rebelo foi uma boa escolha”, finalizou Alceni Guerra.

Além do novo ministro Aldo Rebelo, participaram da cerimônia o ex-ministro Orlando Silva, a presidente Dilma Rousseff, o vice-presidente Michel Temer, o presidente do Senado José Sarney e o ex-jogador Pelé, além de ministros, parlamentares, dirigentes esportivos e governadores.

26
out

Membros de hospitais filantrópicos se reúnem com Bancada Federal do Paraná

Os hospitais filantrópicos do Paraná ampliaram, nas últimas décadas, o atendimento a população, que hoje atinge mais de 80% das internações dos tratamentos ambulatoriais. Mas eles se encontram em grave crise econômica-finaceira porque a remuneração do SUS e dos planos de saúde, aos serviços hospitalares, são os piores da história. Isso tem causado uma crise jamais vista nos hospitais.

Hoje, representantes desses hospitais filantrópicos se reuniram com a Bancada Federal do Paraná, na Câmara dos Deputados, para pedir emendas de bancada a serem investidas nos hospitais. Concluíram que a melhor proposta, segundo José Álvaro Carneiro, diretor corporativo do Hospital Pequeno Príncipe, é fazer uma emenda global ao Governo do Paraná com repasse desses recursos a cada hospital, conforme acordo prévio.

O Representante do Governo em Brasília, Alceni Guerra, falando em nome do governado Beto Richa, aceitou a incumbência de receber esses recursos  e distribuí-los, bem como verificar a contrapartida do governo do Estado necessária para esse tipo de emenda.

O irmão Frederico Unterberger, presidente institucional da Aliança Saúde PUCPR – Santa Casa, que dirigiu a reunião, ficou satisfeito com a decisão e nos próximas dias já terão os valores, tanto das emendas de bancada quanto da contrapartida do governo do Estado.

26
out

Alceni Guerra recebe representantes do Hospital Erasto Gaertner

Os representantes do Hospital Erasto Gaertner estiveram no Escritório da Representação do Governo do Paraná em Brasília para pedir apoio ao Secretário–chefe Alceni Guerra nas emendas de bancada aos deputados.

Eles vão tentar fazer essas emendas através do Governo para conseguir a liberação de forma mais ágil.

O Hospital sempre teve a ajuda da Bancada do Paraná, e Alceni Guerra foi um dos deputados que mais disponibilizou emendas para auxiliar nas despesas e obras do Erasto Gaertner.

26
out

Deputado Nelson Padovani agradece Alceni Guerra

Deputado Federal Nelson Padovani

O Representante do Governo do Paraná em Brasília, Alceni Guerra recebeu hoje um agradecimento do deputado federal Nelson Padovani e retribuiu o gesto com as seguintes palavras:

“Fiquei muito satisfeito com o agradecimento público feito pelo deputado Nelson Padovoni, da cidade de Cascavel. Ele me agradeceu pela doação de um equipamento de combate ao câncer que fiz em 1991, quando ainda era ministro da Saúde.

Esse equipamento, uma bomba de cobalto, foi usado ininterruptamente até dezembro de 2010 pela União Oeste Paranaense de Estudos e Combate ao Câncer – UOPECCAN de Cascavel. O deputado disse  que a doação ajudou a salvar milhares de vidas.

Eu fiquei, realmente, muito satisfeito porque é uma raridade cada vez menos frequente, receber um agradecimento público, principalmente quando decorreram tantos anos, como a doação desse equipamento que fiz como ministro.

Na realidade, a história é um pouco mais complexa. Eu dei um equipamento sofisticado ao Hospital Erasto Gaertner, em Curitiba, um acelerador linear que disponibilizou uma bomba de cobalto para Cascavel, uma sede regional importante. Nesse mesmo contexto, consegui na época um acelerador linear para a Policlínica UOPECCAN de Pato Branco e que funciona até hoje”, finaliza Alceni Guerra.

25
out

Estudos apontam viabilidade de construção do VLT em Curitiba


Modelo de VLT que circula em outros países

Nesta segunda, dia 24, o Secretário-chefe da Representação do Governo do Paraná em Brasília, Alceni Guerra, se reuniu com o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba – IPPUC, Cléver de Almeida, para conversar sobre a possibilidade da construção de um veículo rápido entre as cidades de São José dos Pinhais e Curitiba.

De acordo com o Secretário Alceni o IPPUC tem estudos para ampliar a rodoviária de acesso para o aeroporto, facilitando o trânsito principalmente na Avenida Marechal Floriano, ligando Curitiba, através do Boqueirão, à São José dos Pinhais.

O Departamento de Transporte da Universidade Federal do Paraná também está fazendo um estudo que aponta a viabilidade técnica e econômica para a construção de um VLT entre o aeroporto e a capital Curitiba.

Após a reunião com o presidente do IPPUC, Alceni Guerra levou as informações dos estudos ao governador Beto Richa. “Estou aguardando para as próximas horas algumas definições do Beto para dar continuidade nos estudos do projeto que envolve a prefeitura de Curitiba, através do IPPUC, a prefeitura de São José dos Pinhais, a Copel e o Governo do Estado”, explica o Representante do Estado.

Ainda de acordo com Alceni, existe urgência na viabilização de um novo meio de transporte. “Acho que temos premência de tempo porque com a duplicação do aeroporto já iniciada, nós vamos ter um aumento do fluxo de passageiros muito grande e o acesso a Curitiba será muito difícil se nós não optarmos já por outras alternativas”, conclui Alceni Guerra.

21
out

Educação Integral traz resultados positivos para Bom Jesus do Sul

Prefeito segue o modelo implantado por Alceni Guerra

Município de Bom Jesus do Sul

O Município de Bom Jesus do Sul, no sudoeste do Paraná, administrado pelo prefeito Paulo Deola, foi o primeiro da atual gestão a seguir o exemplo de Alceni Guerra em Pato Branco, em 1997, e implantar o modelo de Educação Integral, sem exceção, nas escolas municipais.

Os avanços já são notáveis, principalmente no IDEB e na satisfação entre os pais e os alunos, tal como ocorreu em Pato Branco.

Agora numa atitude ainda mais arrojada, Paulo Deola repete o exemplo do amigo Alceni e pede ao secretário de Educação do Paraná, Flávio Arns, para implantar Educação Integral também nas escolas estaduais do município, para os estudantes de 5ª a 8ª série, que são de responsabilidade do Estado.

Assim como aconteceu em todos os lugares do Brasil onde este modelo de Educação foi implantado, em breve, Bom Jesus do Sul será referência nacional por resultados na educação.

20
out

“Paraná ainda vai mostrar sua grandeza em um evento da Copa do Mundo”

Representante do Governo em Brasília diz que se sentiu humilhado com o sorteio

Foram anunciadas na tarde de hoje em Zurique, na Suíça, as cidades onde acontecerão os jogos da Copa do Mundo de 2014. O Paraná é um dos Estados mais atrasados em desenvolvimento de praças esportivas no Brasil.

De acordo com o secretário-chefe da Representação do Governo do Paraná na capital, Alceni Guerra, o descaso com o Estado ficou patente. “Fica claro que a FIFA e a CBF não têm nenhum apresso pelo estágio atual dos nossos estádios e dos nossos clubes. Por isso devemos apoiar com muito vigor, os esforços de Wilson Ribeiro de Andrade, pelo Coritiba, e Mário Celso Petraglia, pelo Atlético para mais uma vez darmos o exemplo de paranistas e paranismo”, afirma Alceni.

Segundo Alceni, o Estado deve construir através dos clubes e não do dinheiro público, como já estão sendo projetadas extraordinárias praças de esporte para a Arena da baixada e para o novo estádio do Coxa, no Pinheirão.

O representante do Paraná ainda fala sobre a escolha das cidades e do apoio ao conselho do Coritiba. “Falo isso como Representante do Paraná em Brasília, humilhado pelo sorteio, pela indicação das outras capitais e também como conselheiro do Coritiba. Para dizer que vou apoiar, fortemente, qualquer reunião do conselho e a ideia do Wilson Ribeiro de construir uma portentosa praça de esportes para a nossa capital”, explica Guerra. Ainda de acordo com ele, diz que espera estar vivo quando o país sediar uma outra Copa, para que o povo do Paraná mostre a sua grandeza.

19
out

Paraná deve ganhar mais um IFET

Bancada do Estado se reúne com diretor do Instituto para tentar dividir o IFET em dois e aumentar o número de professores

A Bancada Federal do Paraná se reuniu nesta quarta, dia 19, na Câmara dos Deputados para um café da manhã com o diretor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná (IFET), professor Irineu Colombo.

Entre os assuntos abordados durante a manhã, está o pedido que a Bancada fez para o professor Colombo de dividir o IFET em dois a fim de receber o dobro de verba e de professores. Hoje, o Paraná conta com um IFET e 30 unidades educativas, o objetivo é dividir o Instituto, onde cada um coordena metade das escolas existentes.

Segundo o Secretário-chefe da Representação do Governo do Paraná em Brasília, Alceni Guerra, essa é uma lição de outros Estados para ampliar a educação. “Como nos ensinam os gaúchos e mineiros, que tem 3 e 5 IFET, respectivamente”, afirma o secretário.

O diretor do IFET, professor Colombo, aceitou a sugestão e a Bancada vai transformar isto em Projeto de Lei. O deputado Alex Canziani, autor da ideia, vai tentar ser o relator na Comissão de Trabalho. “Sempre digo que esta Bancada é ótima. No Senado, o Requião é o presidente da Comissão de Educação. Temos tudo para dar certo”, conclui Alceni Guerra.

O IFET é uma autarquia de regime especial de base educacional técnico-científica, que está voltada para a formação e qualificação técnica.

19
out

Alceni Guerra se encontra com presidente da Copel e articula meios alternativos de transporte

Avenida das Torres em São José dos Pinhais

Veículo de transporte rápido entre São José dos Pinhais e Curitiba foi pauta da reunião

O Secretário-chefe da Representação do Governo do Paraná em Brasília, Alceni Guerra, juntamente com o prefeito de São José dos Pinhais, Ivan Rodrigues, se reuniram na tarde desta segunda, dia 16, com o presidente da Companhia Paranaense de Energia (Copel), Lindolfo Zimmer, para falar sobre a situação do meio de transporte da cidade, região metropolitana de Curitiba.

O assunto já havia sido abordado antes entre Alceni Guerra, o governador Beto Richa e o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, que autorizaram o Representante do Governo em Brasília a conversar sobre isso com o presidente da Copel. Alceni explicou a Lindolfo Zimmer que com a duplicação da capacidade do aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, nos próximos anos e antes da Copa do Mundo de 2014, o número de passageiros desse terminal aeroviário deve dobrar.

Além disso, a instalação de grandes e novas indústrias de automóveis em na cidade também fará com que aumente muito sua população trabalhadora. Isso significa que a única via de acesso rápido do aeroporto de São José a Curitiba, vai ficar insuficiente para o tráfego. “No meio dessa via, que nós comumente a chamamos de Avenida das Torres, existem torres de alta tensão de energia elétrica, que pertencem a Copel. Se as torres forem retiradas e substituídas por outro tipo de fiação, esse espaço pode ser usado por um veículo de transporte rápido entre o aeroporto de São José até a rodoferroviária, em Curitiba”, explica Alceni Guerra.

A retirada dessa fiação é um processo caro e a Copel, sendo uma empresa que necessita de permanente rentabilidade, tem que achar uma forma de que esse processamento seja rentável para ela. “Eu pedi a autorização dois prefeitos para oferecer a concessão desse novo meio de transporte a Copel. E, com muita propriedade e sabedoria, o presidente Lindolfo disse que precisa consultar os acionistas, porque não é um negócio da Copel, se trata de transporte e não de energia elétrica”, ressalta o Representante do Governo.

Avenida das Torres - foto de Rodolfo Bührer

Como há premente necessidade de se utilizar esse espaço e a Copel precisa de tempo para consultar os acionistas para encomendar esse projeto, o otimismo após a reunião é grande, pois toda a articulação está sendo feita com muita prudência e também com muita urgência porque em poucos meses o transporte de passageiros até Curitiba estará sufocado. “Se hoje já é insuficiente, duplicando a capacidade então, será um caos se não tivermos ao mesmo tempo solução de transporte urbano”, conclui Alceni.

A expectativa agora é de que a Copel ache uma solução inteligente para a realização desse processo.

18
out

Alceni Guerra e o governador Beto Richa participam do Fórum Futuro 10

Fórum Futuro 10 Paraná

Com a presença de secretários de Estado, o evento reuniu também diversas autoridades do Paraná

Nesta segunda-feira, dia 17, foi realizado na sede da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), em Curitiba, o Fórum Permanente Futuro 10 que apresentou à Bancada Federal as necessidades do Estado na área de infraestrutura.

Entre os presentes estavam secretário de Planejamento, Cassio Taniguchi, que apresentou a necessidade de emendas da Bancada Federal para o Estado, o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho e o secretário-chefe da Representação do Governo do Paraná em Brasília, Alceni Guerra, além do governador Beto Richa.

A grande participação do governo do Paraná no Fórum, demonstrou um gesto de reconhecimento do trabalho do grupo extraordinário liderado por Guilherme da Cunha Pereira e Rogério Mainardes. Vários presidentes de federações do Paranaenses também participaram do Fórum, juntamente com o presidente da Fiep, Edson Campagnolo, que falou da importância da união entre as principais entidades representativas do Estado, deputados e senadores e o Executivo estadual em torno de objetivos comuns.

Alceni Guerra fala durante o Fórum

Em sua fala, o governador Beto Richa ressaltou a importância do amplo entendimento necessário por parte de todas as instituições públicas e privadas do Paraná, para superarmos a difícil situação de do Estado ser o penúltimo da Federação em investimentos do governo federal. Ele considerou esse encontro mais um passo em busca desse entendimento e disse que, realmente, isso significa um tempo novo no Paraná.

O governador Beto Richa ainda elogiou o secretário Alceni Guerra e disse que o Representante do Estado em Brasília é um político experiente, que conhece todos os caminhos na capital. Já Alceni Guerra agradeceu a referência do governador e lembrou da capacidade de articulação de Beto Richa, que só está sendo bem sucedida graças a boa vontade e a receptividade que a Bancada do Paraná tem em relação ao esforço que o governo faz.

Para finalizar, a organização do Fórum Futuro 10 pediu investimos de R$ 1,07 bilhão nas rodovias paranaenses, sendo R$ 236 milhões para 2012. Entre as principais obras estão a melhoria do acesso rodoviário ao Porto de Paranaguá e a duplicação de estradas em várias regiões do Estado, além da elaboração do projeto para construção da BR-101 no Paraná, cortando o litoral.

Fórum Futuro 10 reúne autoridades do Paraná


Governador Beto Richa explica a importância da participação das instituições públicas e privadas